Crônicas de São Paulo – A sobrevivente

A enfermeira corria pelos corredores do hospital em busca do doutor Gabriel. Ao encontra-lo, não conteve o sorriso.

– Doutor, a paciente do 324 acordou! – disse, feliz, entre as baforadas ofegantes.

Vitória, 23 anos. Era isso (e apenas isso) que diziam os registros da paciente, identificada pela digital. Um nome apropriado, pensou o doutor, já que a jovem fazia parte de um seletíssimo grupo: o de sobreviventes da catástrofe em São Paulo. O médico abriu um sorriso ao entrar no quarto e vê-la de olhos abertos pela primeira vez em 6 dias. Ainda não falava e o olhar parecia perdido. Certamente, estava com muita dor. Respirava com ajuda de aparelhos e perdera a perna esquerda.

A notícia correu o mundo e uma multidão aglomerou-se às portas do hospital.

No dia seguinte, o doutor percebeu a melhora da paciente e notou seu incômodo com a multidão lá fora que não respeitava as placas de silêncio. Olhando pela janela, o médico se surpreendeu. Além das equipes de reportagem, milhares estavam lá não para apoiar a garota, mas para vê-la morta.

“Matem a prostituta”, “Que a pecadora arda no inferno” diziam alguns cartazes. A falta de informação sobre a jovem fizera a massa classificá-la como prostituta e a teoria de que Deus havia destruído São Paulo ganhava um coro cada vez mais forte.

A segurança fora reforçada naquele dia e o doutor Gabriel precisou até ser escoltado para deixar o hospital.

Apesar de toda a proteção, Vitória não sobreviveu ao dia seguinte. Fora encontrada morta, com uma parada cardiorrespiratória. Se foi assassinato ou consequência dos seus ferimentos, ninguém nunca conseguiu esclarecer. Nem mesmo as câmeras de segurança. Para a multidão que comemorava, no entanto, não havia dúvida: fora uma ação divina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s